Saiba como calcular o Simples Nacional em 4 passos

Como Calcular O Simples Nacional Veja Como E Feito O Calculo Blog - Quero montar uma empresa

Passo a passo de como calcular o Simples Nacional

Calcular o Simples Nacional pode ser mais fácil do que você imagina ao seguir os passos corretos

O Simples Nacional é um dos regimes tributários mais famosos e escolhido pelos novos empreendedores por ser conhecido como um regime mais simplificado em relação ao recolhimento dos tributos.

Entretanto, muitos empreendedores desconhecem a forma como é feito o cálculo desse regime.

Se esse é o seu caso, continue a leitura conosco, porque chegou a hora de entender como calcular o Simples Nacional sem complicações.

Vamos lá?

Como funciona o cálculo do Simples Nacional?

Antes de partirmos para o passo a passo de como calcular o Simples Nacional, é importante entender como esse cálculo funciona. Sendo assim, podemos entender que, regra geral, ele é realizado com base na receita bruta anual do empreendimento, ou seja, com base no montante faturado pela empresa nos últimos 12 meses.

Além disso, também são consideradas a alíquota e a parcela dedutível estabelecida no Anexo do Simples Nacional em que a empresa está enquadrada —encontrada nas tabelas abaixo:

  • Tabela 1: Anexo 1 – Comércio;
  • Tabela 2: Anexo 2 – Indústria;
  • Tabela 3: Anexo 3 – Prestadores de Serviço;
  • Tabela 4: Anexo 4 – Prestadores de Serviço;
  • Tabela 5 – Prestadores de Serviço.

Vale ressaltar que o valor de contribuição que é pago mensalmente pelo Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) varia conforme o faturamento, sendo aumentado proporcionalmente.

Agora que você já sabe como funciona o cálculo do Supersimples, é hora de conferir o passo a passo de como calculá-lo. Confira!

Como calcular o Simples Nacional?

A fim de que você entenda como calcular o Simples Nacional sem complicações, veja o passo a passo que preparamos abaixo:

1º passo – Calcule a receita bruta de sua empresa dos últimos 12 meses;

2º passo – Identifique a alíquota e a parcela que deve ser deduzida;

3º passo – Efetue o cálculo da alíquota efetiva;

4º passo – Encontre o valor do Simples Nacional que deve ser pago naquele respectivo mês.

E para empresas novas? Nesse caso, o passo a passo é o mesmo. A única diferença é na forma de definir a receita bruta acumulada nos últimos doze meses, que deve ser feita conforme os pontos abaixo:

  • Para empreendimento com 1 mês de atividade: multiplique a receita do mês por 12;
  • Para empreendimentos com menos de 12 meses de atividade: considere a média de faturamento mensal e multiplique por 12 — da seguinte forma:

(Receita Acumulada / Número de meses corridos) x 12 = Receita Total. 

Conte com o suporte de uma contabilidade especializada

A fim de que você tenha mais segurança tanto no cálculo do Simples Nacional quanto no cumprimento das obrigações desse regime tributário, é fundamental contar com o suporte de especialistas contábeis.

Diante disso, não hesite em nos enviar uma mensagem, afinal, somos a contabilidade ideal para a sua empresa do Supersimples!

Além disso, contamos com uma equipe de profissionais altamente qualificados, experientes e preparados para esclarecer suas dúvidas e prestar todo o suporte de que você precisa para ter uma empresa segura, legal e lucrativa.

Aguardamos o seu contato!

Fonte: Abrir empresa simples

CLIQUE AQUI PARA CONTAR COM A CONTABILIDADE CERTA PARA A SUA EMPRESA DO SIMPLES NACIONAL!

Restou alguma dúvida ou quer obter mais detalhes sobre como nossos serviços podem te auxiliar? 

Somos uma contabilidade em Santos, especializada na sua área de atuação.

Estamos de portas abertas – presencial ou virtualmente – para te receber! É só entrar em contato conosco agora mesmo e será um prazer conversar com você!

Até breve! 

PARA MAIS INFORMAÇÕES ENTRE EM CONTATO CONOSCO!

Classifique nosso post post
Você pode gostar também

Categorias

Arquivos

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fill out this field
Fill out this field
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
Recomendado
O que não lhe contaram sobre o vínculo empregatício Esclareça…